Para que o tratamento do esgoto possa ser realizado é muito importante a participação das famílias de Brodowski. Os moradores são os responsáveis pela ligação da rede de esgoto do imóvel à rede pública, primeira etapa da implantação do sistema. A ligação precisa ser feita de forma correta, com materiais adequados, para direcionarmos o efluente doméstico para as estações de tratamento de esgoto - ETE'.


TRATAMENTO DE ESGOTO EM BRODOWSKI

Brodowski é atendido com 99% de coleta e tratamento de esgoto, o outro 01% restante são as chácaras que possuem fossa séptica.

Todo o esgoto coletado é 100% tratado, através de duas estações de Tratamento de Esgoto - ETE, a ETE da Divisa e a ETE da Prata, ambos os sistemas utilizam a mesma tecnologia de tratamento que é uma a associação de tipos diferentes de lagoas de estabilização denominado Sistema Australiano.

ETE DA DIVISA
ETE DA PRATA

A ETE da Prata recebe e trata em torno de 60% do esgoto dos imóveis e o Distrito Industrial, totalizando em torno de 65% de tratamento do esgoto do município.

A ETE da Divisa é responsável por tratar o restante do esgoto em torno de 35%.

O esgoto quando chega a ETE vai para o gradeamento. Uma grade de retenção, que retém até 12 toneladas por mês de lixo que é jogado indevidamente na rede. Depois ela segue para uma caixa e areia, onde acontece a desaneração, que é retirada de materiais sólidos pesados como a areia, pedras e cascalhos. Após passa pelo medidor de vazão conhecido como Calha Parshal, é aí que o SAAEB verifica o volume de esgoto tratado por hora em cada ETE.

O esgoto segue para as lagoas (anaeróbia, facultativa e maturação), ocorrendo o tratamento biológico, onde é exposto à ação de seres microscópicos - algas e bactérias e tratamento físico - velocidade e radiação solar, que juntos promovem reações bioquímicas e condensam em flocos de lodo a matéria orgânica, que até então estava dissolvida no esgoto.

O Iodo vai para o fundo da lagoa, separando-se da parte líquida que já está livre de impurezas - e o descarte, quando o Iodo é desidratado e transportado para um aterro sanitário especializado.  Por fim, o esgoto clarificado e tratado é devolvido ao meio ambiente, sendo lançado tratado no córrego.

Atitudes simples como não descartar resíduos sólidos em ralos e sanitários ajudam a prevenir entupimentos e garantir o funcionamento do sistema. É de grande importância fazer o descarte correto do lixo para a sociedade e para o meio ambiente.

O descarte inadequado do lixo acarreta inúmeros prejuízos, como por exemplo a poluição dos rios, entupimento das galerias pluviais, prejudicando diretamente o processo de saneamento. Outro problema é a poluição da costa marítima, isto porque muito rios desaguam no oceano e esse lixo todo chega as praias, tornando-as impróprias para banho, desequilibrando o ecossistema, contaminando, matando e adoecendo os animais marinhos que confundem os plásticos com comida. Além disso, contribui na proliferação de insetos causadores de doenças.

Vamos fazer a nossa parte e não descartar lixo ou outros materiais em terrenos baldios, em áreas de preservação, não acumular lixo em vias públicas e fazer a separação do lixo para reciclagem.

Nosso site faz o uso de cookies para melhorar sua experiência de navegação. Leia sobre como utilizamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Preferências de Privacidade" à direita.

Preferências de Privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar e recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como nós respeitamos sua privacidade, você pode escolher não permitir coletar dados de alguns tipos de serviços. Entretanto, ao não permitir esses serviços sua experiência pode ser impactada.


ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
fechar
ACESSIBILIDADE
Carregando... Por Favor, aguarde...